Brasil, SP, , , |

Ajude a FCCC a combater os fenômenos do Sul e Sudeste. Para ajudar nas operações da Fundação nesses locais, você pode colaborar de duas formas:

Artigos

G1 Rio - Globo.com

Senado volta atrás e cancela convite a FCCC para explicar apagão alertado em 2008 pela FCCC

Brasília, 25 de novembro de 2009

Comissão cancela convite a entidade esotérica para explicar apagão.

Pedido de inclusão foi feito pelo líder do PSDB, Arthur Virgílio.
Os últimos que serão ouvidos são os ministros Dilma e Lobão.

A Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado decidiu nesta quarta-feira (25), por unanimidade, cancelar o convite feito a fundação Cacique Cobra Coral para explicar o apagão que afetou 18 estados no dia 10 deste mês.
Desta forma, a comissão deverá seguir o cronograma de outras duas comissões ouvindo 20 autoridades sobre o tema. Os últimos que serão ouvidos são os ministros Dilma Rousseff (Casa Civil) e Edison Lobão (Minas e Energia).

A inclusão da entidade foi feita a pedido do líder do PSDB, Arthur Virgílio (AM). Nesta quarta ele explicou na comissão que a intenção era apenas dar visibilidade à estratégia da base aliada de proteger os ministros, deixando-os como os últimos a falar.

Segundo o site da fundação, sua missão é minimizar catástrofes que podem ocorrer em razão dos desequilíbrios provocados pelo homem na natureza. O site faz alertas principalmente sobre as mudanças climáticas e o aquecimento global e tem um serviço próprio de meteorologia.

Autor do requerimento que convoca as autoridades, o senador Roberto Cavalcanti (PRB-PB) foi quem pediu a retirada da entidade. Diante da unanimidade a favor da retirada da fundação, Cavalcanti desabafou: “É inadmissível perdemos tanto tempo”.

O presidente da comissão, Flexa Ribeiro (PSDB-PA), também apoiou a retirada, mas provocou Cavalcanti. “É inadmissível que tenhamos um requerimento que não quer explicar nada”. Cavalcanti rebateu e disse que a intenção é apurar com os técnicos o que houve. Ele se disse aberto à inclusão de mais técnicos do setor para debater o tema.

Compartilhar: