Brasil, SP, , , |

Ajude a FCCC a combater os fenômenos do Sul e Sudeste. Para ajudar nas operações da Fundação nesses locais, você pode colaborar de duas formas:

Artigos

Zero Hora

Clima

Abençoado Outono de Janeiro e a temperatura caiu

Rio Grande do Sul, 18 de janeiro de 2006

Depois de mais de 10 dias de calor intenso, com os termômetros registrando 40°C, a temperatura despencou no Estado. De segunda para terça, muitos gaúchos tiraram os casacos do armário para sair às ruas e se prevenir com a queda de até 16°C originada pela chegada de uma frente fria vinda do Sul. Em Santa Vitória do Palmar, na fronteira com o Uruguai, a mínima registrada foi de 13,9°C, a menor do Estado.
Diferentemente do que vinha ocorrendo antes, quando os termômetros subiam ao longo do dia e pouco arrefeciam à noite, o choque do calor intenso com a frente fria que ingressou no Estado fez a temperatura cair no decorrer do dia de ontem, de acordo com Leandro Puchalski, da Central de Meteorologia.
Depois do calor torturante, o céu nublado virou sinônimo de alegria. Ontem, às 12h30min, no centro de Porto Alegre, a mãe do pequeno Eduardo Rocha Coelho, de um ano e três meses, não conseguia segurá-lo. Sempre que podia, o bem-agasalhado Eduardo se desprendia das mãos de Deise Coelho para dar correr com o fôlego renovado.
O período mais quente do verão já é passado
Em Lajeado, no Vale do Taquari, a chuva que começou na madrugada fez com que os termômetros chegassem a registrar uma queda de até 16ºC na temperatura, comparando as máximas. Ontem, a máxima foi de 24,5ºC. Um dia antes, chegou a 40ºC. Segundo Eugenio Hackbart, diretor da rede de Estações de Climatologia Urbana, de São Leopoldo, os gaúchos já passaram pelo pior:
– Uma seqüência de temperaturas beirando ou passando dos 40°C não deve ocorrer nos próximos meses.

Compartilhar: